Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. A ditadura militar brasileira foi o regime instaurado no Brasil em 1 de abril de 1964 e que durou até 15 de março de 1985, sob comando de sucessivos governos militares.

  2. 29 de março: Em passeata no Rio de Janeiro, 50 mil protestam contra o assassinato. 5 de abril: Presidente Costa e Silva determina a apreensão de vários livros e jornais. 17 de abril: O governo militar decreta o fim de eleições diretas para prefeito em 68 cidades. 20 de abril: Atentado a bomba destrói a entrada do jornal O Estado de S. Paulo.

  3. Uma ditadura militar ou regime militar é uma forma de governo autoritário onde o poder político é efetivamente controlado por militares. Como qualquer ditadura ou regime, ela pode ser oficial ou não, e também existem formas mistas, em que o militar exerce uma influência muito forte, sem ser totalmente dominante.

    • O Golpe de 31 de Março de 1964
    • A Concentração de Poder
    • A Resistência Da Sociedade
    • O Crescimento Econômico
    • A redemocratização
    • Campanha Pelas Eleições Diretas
    • Presidentes Durante A Ditadura Militar No Brasil

    O golpe militar de 31 de março de 1964 tinha como objetivo evitar o avanço das organizações populares do Governo de João Goulart, acusado de comunista. O ponto de partida foi a renúncia do presidente Jânio Quadros, em 25 de agosto de 1961. O Congresso Nacional empossou temporariamente o presidente da Câmara, o deputado Ranieri Mazzilli, pois o vice...

    Depois do golpe de 1964, o modelo político instaurado visava fortalecer o poder executivo. Dezessete atos institucionais foram impostos à sociedade brasileira. Com o Ato Institucional nº 2, os antigos partidos políticos foram fechados e foi adotado o bipartidarismo.Desta forma surgiram: 1. a Aliança Renovadora Nacional (Arena), que apoiava o govern...

    A sociedade reagia às arbitrariedades do governo. No mundo das artes, em 1965, foi encenada a peça "Liberdade, Liberdade", de Millôr Fernandes e Flávio Rangel, que criticava o governo militar. Os festivais de música brasileira foram cenários importantes para atuação dos compositores, que escreviam canções de protesto. A Igreja Católica estava divid...

    Com um forte esquema repressivo montado, Médici governou procurando passar a imagem de que o país encontrara o caminho do desenvolvimento econômico. Somado à conquista do tri na Copa do Mundo de 1970, isso acabou criando um clima de euforia no país. A perda das liberdades políticas era compensada pela modernização crescente. O petróleo, o trigo e o...

    No dia 15 de março de 1974, Médici foi substituído na Presidência pelo general Ernesto Geisel (1974-1979). Ele assumiu prometendo retomar o crescimento econômico e restabelecer a democracia. Mesmo lenta e controlada, a abertura política começava, o que permitiu o crescimento das oposições. O governo Geisel aumentou a participação do Estado na econo...

    Nos últimos meses de 1983, teve início em todo o país uma campanha pelas eleições diretas para presidente, as "Diretas Já", que uniram várias lideranças políticas como Fernando Henrique Cardoso, Lula, Ulysses Guimarães, entre outros. O movimento que chegou ao auge em 1984, quando foi votada a Emenda Dante de Oliveira, que pretendia restabelecer as ...

    Junta Governativa Provisória

    1. Aurélio de Lira Tavares, ministro do Exército; 2. Augusto Rademaker, ministro da Marinha; 3. Márcio de Souza e Melo, ministro da Aeronáutica.

    • Professora de História
    • 12 min
  4. A ditadura militar brasileira foi o regime instaurado no Brasil em 1 de abril de 1964 e que durou até 15 de março de 1985, sob comando de sucessivos governos militares.

  5. A Ditadura Militar no Brasil iniciou-se em 1964, por meio de um golpe civil-militar contra o presidente João Goulart e estendeu-se até 1985, sendo marcada pela repressão. O golpe civil-militar teve início em 31 de março com a rebelião de militares em Juiz de Fora.

  6. Ditadura Militar foi o período da história brasileira que se estendeu de 1964 a 1985. Esse regime foi instaurado no poder de nosso país por meio de um golpe organizado tanto pelos meios militares quanto pelos civis.