Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. 2 de jan. de 2015 · 12 de junho de 1942 – 1º de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de longos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração.

    • resenha do livro o diário de anne frank1
    • resenha do livro o diário de anne frank2
    • resenha do livro o diário de anne frank3
    • resenha do livro o diário de anne frank4
    • Contexto
    • Quem É Kitty?
    • OS Moradores Do Anexo
    • OS Protetores de Anne Frank
    • Qual Era O Maior Sonho de Anne Frank?
    • Onde Fica O Esconderijo de Anne Frank?
    • Quem Foi O Grande Amor de Anne Frank?
    • Conclusão Da Resenha de O Diário de Anne Frank

    A obra é muito impactante, com certeza. Veja, estamos falando aqui de uma menina adolescente, por volta dos seus 14 anos, que inicia a criar um diário ainda em liberdade, pois ela o ganhara de presente. No começo, acompanhamos a autora em Amsterdã ainda livre, falando de uma forma até que alegre das suas situações corriqueiras de estudante: amigas,...

    Antes de nos aprofundarmos na nosa resenha de O Diário de Anne Frank, gostaria apenas de mencionar também que Anne escreve seu diário como se fossem cartas destinadas a uma personagem chamada Kitty. Durante muito tempo acreditou-se que Kitty fosse uma amiga imaginária. Mas Kitty era, na verdade, uma das protagonistas da série de cinco livros infant...

    Anne Frank descreve os oito moradores do anexo secreto onde ela e sua família se esconderam durante a ocupação nazista na Holanda. Anne editou os sobrenomes dos moradores do anexo que não faziam parte da sua família para preservar as suas identidades, também após as falas de Bolkestein. Assim, os membros da família van Pels tiveram seus sobrenomes ...

    Os protetores de Anne Frank foram um grupo de pessoas que ajudaram a esconder Anne Frank, sua família e outras quatro pessoas em um sótão em Amsterdã durante a ocupação nazista na Holanda. Os protetores eram Miep Gies, Johannes Kleiman (Mr. Koophuis), Victor Kugler (Senhor Kraler), Bep Voskuijl (Elli Vossen) e Jan Gies (Henk van Santen). Esses indi...

    Anne escreveu em seu diário que queria publicar um livro sobre sua vida e experiências. Mas, infelizmente, Anne não teve a oportunidade de ver seu sonho ser realizado em vida. Seu diário foi preservado e publicado depois da guerra, tornando-se um dos livros mais lidos e influentes do século XX, e cumprindo em parte o sonho de Anne de se tornar uma ...

    O esconderijo de Anne Frank ficava em Amsterdã, na Holanda. Ele era localizado em um prédio comercial chamado Prinsengracht 263, onde, posteriormente, passou a abrigar o Museu Casa de Anne Frank. O Museu Casa de Anne Frank é uma atração turística muito popular em Amsterdã, visitada por milhares de pessoas todos os anos. Ele preserva o esconderijo o...

    No seu diário, Anne menciona sentimentos fortes por Peter van Daan, principalmente na metade do seu diário para frente. Nesse momento, eles já estavam dentro do esconderijo há mais de um ano. Nos relatos, não fica totalmente o tamanho do envolvimento dela com van Daan, já que seu pai, Otto Frank, editou o que considerava partes sensíveis do livro.

    Concluímos a resenha de O Diário de Anne Frank ressaltando que este é um documento histórico importante. É uma obra que oferece um relato emocionante e detalhado da vida de uma jovem judia durante a Segunda Guerra Mundial. Anne começou a escrever em seu diário em 1942, quando ela e sua família se esconderam em um anexo secreto em Amsterdã para esca...

  2. 11 de mar. de 2018 · O post de hoje tem uma resenha do livro O Diário de Anne Frank. Ele foi escrito por uma garota que vivenciou um dos períodos mais tenebrosos da História: A II Guerra Mundial. Durante dois anos, Anne, sua família e mais quatro pessoas viveram escondidos em um conjunto de cômodos nos fundos da empresa onde seu pai trabalhava.

  3. Artigo sobre o livro O Diário de Anne Frank, escrito por uma garota durante a Segunda Guerra Mundial. O que ela escrevia no diário, como e quando foi publicado, importância histórica, etc.

  4. Em seu diário, escrito entre 1943 e 1945, Anne relata todo o período em que ficou refugiada com sua família e outros judeus em um esconderijo, chamado de Anexo Secreto. Lá, eles dividiam as tarefas de casa, e tentavam sobreviver em “harmonia”, tomando todas as precauções para não serem vistos e delatados para a polícia alemã.

  5. 7 de mar. de 2017 · Lançado em 1947, O diário de Anne Frank tornou-se um dos livros mais lidos do mundo. O relato tocante e impressionante das atrocidades e dos horrores cometidos contra os judeus faz deste livro um precioso documento e uma das obras mais importantes do século XX.

  6. 30 de jan. de 2019 · O livro O Diário de Anne Frank é um dos relatos autobiográficos mais conhecidos que encontramos quando buscamos informações verídicas sobre a Segunda Guerra Mundial. Afinal, quem nunca ouviu esse nome, Anne Frank?