Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. Maria foi forçada a abdicar em 24 de julho em favor de seu filho com Henrique, Jaime, até então com apenas um ano de idade. Depois de uma tentativa mal-sucedida de reconquistar o trono, ela fugiu procurando a proteção de sua prima, a rainha Isabel I de Inglaterra.

    • Tópicos Deste Artigo
    • Nascimento
    • Vida Na França
    • Reinado de Maria Stuart
    • Casamentos de Maria Stuart
    • Deposição Do Trono
    • Morte

    Maria Stuart nasceu no Palácio de Linlithgow, na Escócia, no dia 8 de dezembro de 1542. Ela era filha de James V, rei da Escócia, e de Marie de Guise, sua segunda esposa. Maria Stuart foi a única filha legítima de James V a sobreviver à infância e era sobrinha-neta de Henrique VIII, o rei da Inglaterra, uma vez que ela era neta de Margaret Tudor, i...

    Esse acordo entre Escócia e França ficou conhecido como Tratado de Haddington. Nele foi determinado que Maria Stuart seria enviada para a corte francesa, onde seria educada até que o casamento com Francisco fosse realizado. Com a sua ida para a França, a Escócia seria governada por Marie de Guise, sua mãe, que assumiria a função de regente. O casam...

    Quando Maria Stuart chegou à Escócia em 1561, encontrou o país dividido pela disputa entre protestantes e católicos. Ela era vista com desconfiança na Inglaterra pelos apoiadores de Elizabeth e na Escócia contava com a desconfiança dos protestantes. Seu reinado no país natal durou apenas seis anos, sendo encerrado com a sua deposição. O retorno de ...

    Em 1565, Maria Stuart decidiu casar-se com Lord Darnley, um nobre inglês que era seu primo, e como tal, era um súdito de Elizabeth. Ele também pertencia a uma família da nobreza tradicional da Escócia e da linhagem católica que envolvia o casamento de Henrique VIII e Catarina de Aragão. Assim, ele era também um dos herdeiros do trono inglês. Seu ca...

    Menos de três meses depois da morte de Henrique Stuart, a rainha escocesa decidiu casar-se com Earl Bothwell, chamado James Hepburn. O casamento aconteceu seguindo ritual protestante, e Earl Bothwell tinha se divorciado de sua esposa apenas 12 dias antes de casar-se com a rainha. O casamento de Maria Stuart com o homem suspeito de ter matado seu ex...

    Em 1586, Maria Stuart foi acusada de estar envolvida em uma conspiração contra a rainha da Inglaterra. Essa foi a conspiração de Babington, que envolvia o assassinato de Elizabeth I. A escocesa foi levada a julgamento e condenada à morte. Sua execução foi realizada em 8 de fevereiro de 1587, e ela foi morta por decapitação. A morte de Maria Stuart ...

  2. Mary, Rainha da Escócia (8 de dezembro de 1542 a 8 de fevereiro de 1587), era a governante da Escócia, bem como uma potencial pretendente ao trono da Inglaterra. Sua vida trágica incluiu dois casamentos desastrosos, prisão e eventual execução por sua prima, a rainha Elizabeth I da Inglaterra.

  3. 21 de jul. de 2023 · Conheça a vida e a trajetória política de Mary Stuart, rainha da Escócia e da França, que enfrentou conflitos religiosos, invasões inglesas e intrigas cortesãs. Saiba sobre seu casamento, sua filha, sua prisão e sua execução.

    • Biblioteconomista e Professora
  4. 5 de jun. de 2020 · Maria, Rainha dos Escoceses, foi a soberana da Escócia (r. 1542-1567) e, brevemente, da França (r. 1559-1560). Obrigada a fugir da Escócia, a rainha foi aprisionada por 19 anos por Elizabeth I da Inglaterra (r. 1558-1603) e finalmente executada por traição em 8 de Fevereiro de 1587.

    • Mark Cartwright
  5. 10 de mar. de 2021 · Uma mulher que teve três maridos, rainha de dois grandes reinos, morta pela prima em um ato de extremo ciúme e que inspirou produções de Hollywood. Essa é Mary Stuart, que viveu no século XVI e que, até hoje, faz os boatos reais virarem contos infantis.

  6. 2 de abr. de 2020 · Uma dessas ameaças foi a própria prima da monarca, Maria Stuart, rainha da Escócia, que foi brutalmente decapitada no dia 8 de fevereiro de 1587. Elizabeth I era filha de Henrique VIII com Ana Bolena, segunda esposa do rei, que havia assumido o posto de Catarina de Aragão.