Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. A entrada dos canais radiculares são orifícios no assoalho da câmara pulpar que levam aos canais. O canal radicular acompanha mais ou menos a forma da raíz, afilando-se progressivamente a partir da câmara pulpar até o ápice radicular, onde se abre suavemente.

  2. Os canais laterais podem ser encontrados em todos os dentes, estabelecendo uma comunicação entre o periodonto e o canal principal ou entre o periodonto e um canal secundário.

  3. 3 de abr. de 2016 · O documento apresenta um resumo sobre técnica de tratamento endodôntico em molares, abordando: 1) sistemas de canais radiculares complexos com múltiplos canais e ramificações; 2) importância da instrumentação, irrigação e obturação de todos os canais; 3) possíveis variações anatômicas nos molares.

  4. Canal colateral: situa-se paralelamente ao canal principal, podendo atingir o ápice separadamente. Canal recorrente: deriva do canal principal, segue um trajeto independente, voltando a unir-se com o canal principal.

  5. São inúmeras as situações de dente com canal doendo após tratamento de canal e alguma delas pode ser a sua agora: dente dolorido ao toque após canal; dente com canal que dói quando morde; dente com canal pulsando; sintomas de dente com canal inflamado.

  6. Canal Colateral: Esse canal segue um percurso paralelo ao canal principal, podendo alcançar independentemente o ápice. Normalmente é menos calibroso que o canal principal.

  7. CANAL COLATERAL. É um canal que corre + ou – lateralmente ao canal principal, podendo chegar à região periapical de maneira independente. CANAL LATERAL: É a ramificação que corre do canal principal para a região do periodonto, geralmente no terço médio do dente. CANAL SECUNDÁRIO:

  1. As pessoas também buscaram por