Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. The Godfather Part II (bra: O Poderoso Chefão 2 [2]; prt: O Padrinho - Parte II [3]) é um filme estado-unidense de 1974 dirigido por Francis Ford Coppola. É uma sequência do filme The Godfather, de 1972, ambos com roteiro baseado em romance de Mario Puzo. O filme é estrelado por Al Pacino, Robert Duvall, Diane Keaton e Robert De ...

  2. Sinopse. Em 1950, o jovem Michael Corleone, agora à frente da família, tenta expandir o negócio a Las Vegas, Hollywood e Cuba. Paralelamente, revela-se a história do jovem Vito Corleone, e de como saiu da Sicília em 1910 e chegou a Nova Iorque para construir um império do crime.

    • Francis Ford Coppola
    • 14
    • 24
  3. O Poderoso Chefão 2 é um filme dirigido por Francis Ford Coppola com Al Pacino, Robert De Niro. Sinopse: Início do século XX. Após a máfia local matar sua família, o jovem Vito (Robert De ...

    • (3,9K)
    • 20 de dezembro de 1974
    • Francis Ford Coppola
    • 200
  4. 18 de dez. de 1974 · The Godfather Part II: Directed by Francis Ford Coppola. With Al Pacino, Robert Duvall, Diane Keaton, Robert De Niro. The early life and career of Vito Corleone in 1920s New York City is portrayed, while his son, Michael, expands and tightens his grip on the family crime syndicate.

    • (1,4M)
    • Crime, Drama
    • Francis Ford Coppola
    • 1974-12-18
  5. cinecartaz.publico.pt › filme › o-padrinho-ii-18658O Padrinho II | Cinecartaz

    4 de jun. de 1999 · Obra-prima de Coppola, narra a deriva de Michael Corleone (Al Pacino) para o mundo do crime, regressando às origens da família através de "flashbacks"...

  6. O filme narra os últimos acontecimentos da vida de Michael Corleone, agora um maduro mafioso que tenta mascarar suas ações obscuras da sociedade. O enredo também traça paralelos com eventos reais da época, como a morte do Papa João Paulo I em 1978 e o escândalo do Banco do Vaticano entre 1981 e 1983. Futuro

  7. Coppola conta-nos duas histórias na Parte II: as raízes e ascensão de um jovem Don Vito, retratado de uma maneira invulgar por Robert De Niro, e a ascensão de Michael (Al Pacino) como o novo Don.