Yahoo Search Busca da Web

  1. Cerca de 2.090.000 resultados de busca

  1. Jorge I da Grã-Bretanha Jorge I ( Hanôver, 28 de maio de 1660 – Osnabruque, 11 de junho de 1727) foi o Rei da Grã-Bretanha e Irlanda de 1 de agosto de 1714 até sua morte, e também o Eleitor de Hanôver a partir de 1698. Jorge nasceu em Hanôver e herdou os títulos e terras de seu pai e tios.

  2. 15 de jan. de 2023 · Jorge I foi o Rei da Grã-Bretanha e Irlanda de 1 de agosto de 1714 até sua morte, e também o Eleitor de Hanôver a partir de 1698. Jorge nasceu em Hanôver e herdou os títulos e terras de seu pai e tios. Sucessivas guerras expandiram seus domínios germânicos, e ele foi ratificado como príncipe-eleitor de Hanôver em 1708.

  3. O Ato de União de 1800 entra em vigor a 1 de janeiro, unindo os reinos da Grã-Bretanha e da Irlanda, criando assim o Reino Unido da Grã-Bretanha e da Irlanda. 1811. Jorge, o Príncipe de Gales, inicia um período de nove anos como regente (ele ficou conhecido como Jorge, Príncipe Regente), assumindo as funções de Jorge III que tinha perdido a lucidez.

    • Início de Vida
    • Reinado
    • títulos, Estilos E Brasão
    • Bibliografia

    Jorge nasceu em Copenhague, Dinamarca, no dia 24 de dezembro de 1845, o segundo filho do príncipe Cristiano de Eslésvico-Holsácia-Sonderburgo-Glucksburgo e da princesa Luísa de Hesse-Cassel.[1] Seu nome completo era Cristiano Guilherme Fernando Adolfo Jorge, porém era chamado simplesmente de príncipe Guilherme, o mesmo nome que seus dois avôs: Fred...

    Eleição

    Após a deposição em outubro de 1862 do rei bávaro Oto da Grécia,[5] o povo grego rejeitou o príncipe Leopoldo, irmão de Oto e seu sucessor designado, apesar de ainda serem a favor de uma monarquia ao invés de uma república. Querendo relações mais próximas com a grande potência do Reino Unido, muitos gregos passaram a apoiar o príncipe Alfredo do Reino Unido e segundo filho da rainha Vitória e do príncipe Alberto de Saxe-Coburgo-Gota.[6] Lorde Henry Temple, 3.º Visconde Palmerston e ministro d...

    Primeiros anos

    O novo rei viajou por São Petersburgo, Londres e Paris antes de partir para a Grécia em 22 de outubro do porto francês de Toulon abordo da nau-capitânia grega Hellas. Ele chegou em Atenas no dia 30,[16] depois de ter ancorado em Pireu no dia anterior.[17] Jorge estava determinado a não cometer os mesmos erros de seu predecessor, assim rapidamente aprendeu a falar grego.[18] Ele era frequentemente visto andando informalmente pelas ruas da capital, enquanto seu predecessor apenas aparecia com p...

    Estabelecendo a dinastia

    Jorge conheceu pela primeira vez a grã-duquesa Olga Constantinovna da Rússia em 1863, quando ela tinha doze anos de idade, em uma visita a corte do imperador Alexandre II entre sua eleição ao trono grego e sua chegada a Atenas. Ele se encontraram uma segunda vez em abril 1867, quando o rei foi para o Império Russo visitar sua irmã Dagmar, que havia se casado com o czarevich Alexandre. Apesar de Jorge ser luterano, os Romanov eram cristãos ortodoxos como a maioria dos gregos, com Jorge acredit...

    Títulos e estilos

    1. 24 de dezembro de 1845 – 31 de julho de 1853: "Sua Alteza, o Príncipe Guilherme de Schleswig-Holstein-Sonderburg-Glücksburg"[2] 2. 31 de julho de 1853 – 21 de dezembro de 1858: "Sua Alteza, o Príncipe Guilherme da Dinamarca" 3. 21 de dezembro de 1858 – 30 de março de 1863: "Sua Alteza Real, o Príncipe Guilherme da Dinamarca" 4. 30 de março de 1863 – 18 de março de 1913: "Sua Majestade, o Rei dos Helenos"[13]

    Brasão

    A distinta bandeira grega azul com a cruz branca foi usada pela primeira vez em março de 1822 durante a Guerra de independência da Grécia.[78] Ela foi posteriormente modificada para que o azul fosse o mesmo que aquele usado no brasão de armas da Baviera do rei Oto. Para Jorge, o escudo foi brasonado com o brasão de armas da família real dinamarquesa, com os suportes também sendo adaptados dos suportes dinamarqueses. Embaixo do escudo estava o lema da Grécia: Ἰσχύς Μου ἡ Άγάπη Τοῦ Λαοῦ ("O Amo...

    Christmas, Walter (1914). King George of Greece. Nova Iorque: McBride, Nast & Company.
    Clogg, Richard (1979). A Short History of Modern Greece. Cambridge: Cambridge University Press.
    Forster, Edward S. (1958). A Short History of Modern Greece 1821–19563ª ed. Londres: Methuen and Co.
    Van der Kiste, John (1994). Kings of the Hellenes. Stroud: Sutton Publishing. ISBN 0-7509-0525-5.
  4. Georg Friedrich Händel: Jorge I da Grã-Bretanha, Partenope, Friedrich Chrysander, Casa de Händel, Teatro de Sua Majestade - 9781232536543 - Livros na Amazon Brasil Pular para conteúdo principal .com.br

    • Capa Comum
  5. Early life George was born on 28 May 1660 in the city of Hanover in the Duchy of Brunswick-Lüneburg in the Holy Roman Empire. [b] He was the eldest son of Ernest Augustus, Duke of Brunswick-Lüneburg, and his wife, Sophia of the Palatinate. Sophia was the granddaughter of King James I of England through her mother, Elizabeth Stuart, Queen of Bohemia. For the first year of his life George was ...