Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. Jan Koum (em ucraniano: Ян Кум; nascido em 24 de fevereiro de 1976) é um empreendedor da internet e programador ucraniano-americano. É o CEO e cofundador do WhatsApp (com Brian Acton ), um aplicativo multiplataforma de mensagens instantâneas que foi adquirido pelo Facebook Inc. em fevereiro de 2014 por dezenove bilhões de ...

  2. Jan Koum é um empresário, co-fundador do WhatsApp e ex-CEO do aplicativo de troca de mensagens, que foi vendido para o Facebook em 2014 por mais de US$ 19 bilhões. Antes do WhatsApp, Jan Koum teve passagem pelo Yahoo!. De acordo com a lista da Forbes 2021, o patrimônio de Koum é de US$ 9,9 bilhões.

  3. 9 de out. de 2018 · Criador do aplicativo WhatsApp, o ucraniano Jan Koum fez da sua experiência como usuário uma das suas maiores inspirações para desenvolver um dos serviços online mais populares do mundo. Ficou curioso e quer conhecer mais da história dele? É só continuar lendo o artigo!

  4. en.wikipedia.org › wiki › Jan_KoumJan Koum - Wikipedia

    Jan Koum (Ukrainian: Ян Кум; born Yan Borysovych Kum, Ukrainian: Ян Борисович Кум, on February 24, 1976) is a Ukrainian-American billionaire businessman and computer programmer. He is the co-founder and former CEO of WhatsApp , a mobile messaging app which was acquired by Facebook in 2014 for US$19.3 billion.

  5. Confira a trajetória de Jan Koum, responsável por dar vida ao aplicativo de mensagens instantâneas que mudou totalmente a forma que pessoas de todo o mundo se comunicam e se conectam. Como ...

  6. www.forbes.com › profile › jan-koumJan Koum - Forbes

    Há 4 dias · PROFILE. Jan Koum. CEO, cofounder, WhatsApp Inc. $16B. $96M (0.60%) Real Time Net Worth. as of 4/20/24. #117 in the world today. Photo by Gabriela Hasbun/The Forbes Collection. About Jan...

  7. 16 de nov. de 2017 · Getty Images. Jan Koum reconheceu que participou de um grupo hacker nos anos 1990. Passaram-se os anos até que finalmente o WhatsApp foi vendido para o gigante da tecnologia por US$ 20 bilhões...

  1. As pessoas também buscaram por