Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. Filhos e Amantes é um romance de D. H. Lawrence publicado em 1912. Narra a história da família rural Morel, formada pelo típico camponês Walter e sua esposa Gertrude, uma burguesa cujas decepções são aliviadas no amor e nas expectativas que deposita nos filhos, que crescem marcados pelo ambiente familiar.

  2. Compre online Filhos e Amantes, de Lawrence, D. H., Rodriguez, Ana Carolina V. na Amazon. Frete GRÁTIS em milhares de produtos com o Amazon Prime. Encontre diversos livros escritos por Lawrence, D. H., Rodriguez, Ana Carolina V. com ótimos preços.

    • (11)
    • Capa Comum
  3. Filhos e Amantes é considerado o primeiro retrato moderno de um fenómeno que, graças a Freud, passou a ser facilmente reconhecido como Complexo de Édipo. Nunca um filho tinha tido um amor tão absoluto e incondicional pela sua mãe, identificando-se totalmente com ela na forma de pensar, e ao mesmo tempo um ódio tão grande pelo seu pai

  4. Com maestria, ele consegue passar para a obra, o amor entre mãe e filho, as brigas de Gertrude Morel e seus filhos com o pai Walter Morel, a paixão de Paul por suas amantes, entre inúmeras outras sensações que mexem com o leitor. Todos os livros de D.H Lawrence são excelentes, mas para mim, Filhos e Amantes é o melhor.

    • (11)
    • Capa Comum
  5. Filhos e Amantes D. H. Lawrence (Autor) Edição (Brochado) em Português Filhos e Amantes Quero ser o primeiro a dar opinião Perguntas & respostas Folhear Formato : Brochado Brochado 22,20 € Versão digital 9,99 € Ofertas neste produto Vantagem Aderente: 10% Desconto imediato Resumo Ver tudo

  6. 12 de fev. de 2023 · "Filhos e amantes" é mais um clássico de D. H. Lawrence e tem por cenário a região onde se localizam as minas de carvão de Nothingham. Exausto e saturado do seu trabalho nas minas de carvão, Morel transforma-se num homem rude que se encontra, muitas vezes, alcoolizado, o que deixa desiludida a sua esposa.

  7. Sinopse. Filhos e Amantes é considerado o primeiro retrato moderno de um fenómeno que, graças a Freud, passou a ser facilmente reconhecido como Complexo de Édipo. Nunca um filho tinha tido um amor tão absoluto e incondicional pela sua mãe, identificando-se totalmente com ela na forma de pensar, e ao mesmo tempo um ódio tão grande pelo ...