Yahoo Search Busca da Web

Resultado da Busca

  1. Miguel Nikolaevich da Rússia (em russo: Великий князь Мигель Николаевич; transl. velikiy knyaz Miguel Nikolayevich) (13 de outubro de 1832, Peterhof, Império Russo – 18 de dezembro de 1909, Cannes, França) foi o quarto e último filho do Imperador Nicolau I da Rússia e sua esposa Alexandra Feodorovna ...

  2. Miguel da Rússia, (em russo: Великий Князь Михаи́л Александрович Рома́нов, transl. Velikiy Knyaz Mikhail Aleksandrovich Romanov) ( São Petersburgo, 22 de novembro de 1878 ( calendário juliano) –– Perm, Ural, 12 de junho de 1918) foi o irmão mais novo do czar Nicolau II da Rússia.

  3. Miguel Nikolaevich da Rússia (em russo: Великий князь Мигель Николаевич; transl. velikiy knyaz Miguel Nikolayevich) (13 de outubro de 1832, Peterhof, Império Russo – 18 de dezembro de 1909, Cannes, França) foi o quarto e último filho do Imperador Nicolau I da Rússia e sua esposa Alexandra Feodorovna (Carlota ...

  4. Não querendo que Alexei se separasse da família, Nicolau alterou o documento de abdicação em favor de seu irmão mais novo, o grão-duque Miguel Alexandrovich da Rússia. Depois de receber conselhos sobre se sua segurança pessoal poderia ser garantida, Miguel se recusou a aceitar o trono sem a aprovação do povo através de uma ...

  5. Nicolau Nikolaevich da Rússia (em russo: Великий князь Николай Николаевич; transl velikiy knyaz Nikolay Nikolaevich), (27 de julho de 1831 - 13 de abril de 1891) foi o terceiro filho e sexta criança do czar Nicolau I da Rússia e da imperatriz Alexandra Feodorovna.

  6. Nicolau Mikhailovich da Rússia (em russo: Великий князь Никола́й Миха́йлович), (26 de abril de 1859 - 28 de janeiro de 1919) foi o filho mais velho do grão-duque Miguel Nikolaevich da Rússia e primo direito do czar Alexandre III da Rússia.

  7. Nicolau II, sua mulher, seu filho, suas quatro filhas, o médico da família imperial, um servo pessoal, a camareira da imperatriz e o cozinheiro da família foram executados no porão da casa pelos bolcheviques na madrugada de 16 para 17 de julho de 1918. É conhecido que esse evento foi ordenado de Moscou por Lenin e pelo também líder bolchevique Yakov Sverdlov. [4]