Yahoo Search Busca da Web

  1. Cerca de 81.100 resultados de busca

  1. Um título nobiliárquico ou título de nobreza é privilégio legal concedido desde a Antiguidade a pessoas que assim passavam a fazer parte da nobreza. Tais títulos foram criados com o intuito de estabelecer uma relação de vassalagem entre o titular e o monarca, sendo alguns deles hereditários.

  2. O Arquivo Nobiliárquico Brasileiro é a publicação pioneira na divulgação completa dos títulos nobiliárquicos brasileiros. Com ilustrações heráldicas por Fernando James Junod, apresenta também os desenhos de todos os brasões concedidos no período imperial brasileiro, e que foram devidamente registrados no Cartório da Nobreza.

  3. Modelo de referência. { {Título Nobiliárquico |coroa = |nome = |imagem = |monarca = |decreto = |ordem = |tipo = |primeiro_titular = |linhagem = |actual_titular = |títulos = |herdeiro = |solar = }} Editores podem experimentar nas páginas de teste ( criar | espelhar) e de exemplos para testes ( criar) desta predefinição.

  4. 6 de out. de 2020 · Um título nobiliárquico ou título de nobreza é privilégio legal concedido desde a Antiguidade a pessoas que assim passavam a fazer parte da nobreza. Tais títulos foram criados com o intuito de estabelecer uma relação de vassalagem entre o titular e o monarca, sendo alguns deles hereditários.

    • Antecedentes: A Nobreza Colonial
    • Uma Corte No Brasil
    • A Nobreza No Império
    • República
    • Listas de Titulados
    • Ver também
    • Ligações Externas

    A nobreza do Império brasileiro foi o resultado da fusão de uma complexa rede de elementos de diferentes origens e tempos, incluindo antigos costumes portugueses; novas ideias sobre mérito, civilidade, urbanidade e etiqueta; introdução da monarquia constitucional; influência do liberalismo e dos valores da burguesia ascendente.[3][4] Suas origens r...

    Com a transferência da corte portuguesa para o Brasil (1808-1821), no contexto das Guerras Napoleônicas (1803-1815), o Brasil seria elevado à condição de reino unido com Portugal em 1815, pelo então príncipe regente, D. João (futuro rei D. João VI), que era regente em nome de sua mãe, a rainha Dona Maria I. Pela primeira e única vez na história uma...

    Titulados

    Após a proclamação da Independência por D. Pedro I, estabelecendo o Primeiro Reinado (1822-1831), como herança do Antigo Regime, ainda existiam morgados (vinculados a uma linhagem e hereditários), isenções, privilégios e rendas pagas à nobreza pelo Conselho da Fazenda. Isso mudaria com a Constituição do Império do Brasil de 1824, que introduziu várias mudanças no sistema nobiliárquico nacional. Os privilégios financeiros deixavam de ser automáticos e deviam ser aprovados pelo Legislativo, a n...

    Nobreza não titulada

    A nobreza não titulada, já existente no período colonial desde o século XVII, continuou a existir, com algumas novidades, continuou a exercer um papel fundamental na política, na administração e na manutenção da ordem imperial,[6]e continuou a comportar diversas subdivisões, formando uma classe muito heterogênea e com limites mal definidos.

    A Corte

    O imperador e a família imperial viviam nos palácios e em outras residências imperiais, que ficam localizados na cidade do Rio de Janeiro (à época comumente chamada apenas de "Corte") e Petrópolis. Alguns dos homens e das famílias mais importantes e prestigiadas do Império, bem como a aristocracia fluminense e carioca, também se dividiam entre essas duas cidades. As residências de Petrópolis eram geralmente usadas durante os meses de verão. Petrópolis era conhecida como a "Versalhes brasileir...

    Com um golpe militar organizado por intelectuais republicanos e altos comandantes do Exército Brasileiro, foi proclamada a República, em 15 de novembro de 1889. A Constituição de 1891 extinguiu os foros de nobreza brasileiros, banindo, assim, todos os títulos e distinções nobiliárquicas.[1] Também ficou proibida, sob pena de acusação de alta traiçã...

    Ducados

    À exceção de Luís Alves de Lima e Silva, todos os duques brasileiros foram agraciados ainda no Primeiro Reinado, tendo sido parentes de D. Pedro I: duas filhas dele com a marquesa de Santos – ainda que a duquesa do Ceará tenha morrido antes de se lavrar o título –, e o duque de Santa Cruz, cunhado e genro do imperador. Um filho de D. Pedro I com a marquesa de Santos, de nome Pedro de Alcântara Brasileiro, que faleceu prematuramente com apenas vinte dias de vida, em 27 de dezembro de 1825; o i...

  5. Esta é uma lista de títulos nobiliárquicos estrangeiros concedidos a brasileiros. [1] Para efeitos práticos, consideram-se aqui "brasileiros" aqueles nascidos após 1822, quando D. Pedro I do Brasil declara a independência do Brasil e institui uma ordem nobiliárquica distinta da portuguesa; ou os que, à mesma data, renunciaram sua naturalidade ...